sábado, 24 de dezembro de 2016

har har har

Engraçado, mas cada vez mais eu percebo que é socialmente inaceitável não beber bebidas alcoólicas.

Quando eu falo, até mesmo pra os mais próximos, que não bebo, as pessoas fazem uma cara de incredulidade, do tipo "Como assim você não faz isso que todo mundo faz e finge que gosta por puro comodismo social?" e ficam insistindo pra que eu beba.

Muitos acham que a questão é "saber beber" ou "só beba bebidas mais fracas, antes você só bebia vodka", mas não se trata disso, se trata de uma coisa que eu me desafiei fazer, troquei o prazer momentâneo de uma dose de vodka com gelo pela satisfação de saber que tenho controle sobre minha vida e posso decidir o que quero ou não que faça parte da minha rotina.

Álcool não foi a única coisa que decidi excluir da minha vida, bem como não será a última.

------------

Fiquei triste porque não deixaram eu colocar Racionais pra tocar no Natal aqui em casa, depois reclamaram quando coloquei um dubstep. Sugeri Tonico e Tinoco e acharam que eu tava zoando.

Natal foi bom esse ano.