sábado, 25 de outubro de 2014

2deep4u

"We all have something that digs at us
At least we dig each other
So when weakness turns my ego up
I know you'll count on the me from yesterday"

Depois de quase um ano eu resolvi comprar um chinelo novo. É uma havaianas simples, mas uma coisa me intrigou, a que eu já tinha era 43-44 e era deveras pequena para mim, ficava sobrando uma porção do calcanhar e um teco dos dedos pra fora. A nova que comprei é a mesma numeração, mesma cor, mas é MAIOR que a outra. Maior tipo um dedo, meu pé fica certinho nela, como caralhos isso é possível? Se fosse outra marca eu até entenderia, será que mudaram o molde? Não, a minha não estava desgastada, ela sempre foi menor que meu pé.

Expliquem essa, ateus.

---

Eu fiquei realmente empolgado com o trailer do novo filme dos Vingadores, principalmente pelo próprio Ultron. Vamos ver o que vem por aí.

---

Deu uma caída na temperatura, né? Sabe, às vezes eu sinto vontade de voltar a beber um pouco, hoje eu beberia aquele vinho que está na geladeira há 600 anos. Eu acho que esse vinho está me perseguindo, pois eu já ofereci ele pra umas 4 pessoas, todas disseram que viriam pegar e nunca apareceram. Agora, só de raiva, não entrego ele pra mais ninguém.

Não, não vou voltar a beber, foi só um pensamento.

"If I turn into another dig me up from under
What is covering the better part of me, sing this song
Remind me that we'll always have each other
When everything else is gone, oh"

SELL GOLDEN ARMOR! CARLIN - NO TRAVEL! 40K!

terça-feira, 14 de outubro de 2014

agdi

Eu odeio o calor.

Se você gosta de calor, saiba que eu já não gosto muito de você mesmo antes de te conhecer.

Eu acho que já falei sobre isso aqui.

Quando eu era mais novo eu até gostava um pouco dessa época mais quente, eu ia pra rua no sábado de tarde e ficava olhando as meninas com roupas curtas. De noite também. Hoje quase ninguém mais sai de casa nessa cidade e as que saem são um bando de ouvidoras de funk que mal sabe escrever.

Se você não sabe escrever direito, eu também não gosto muito de você. Não estou falando de erros de digitação e sim de burrice crônica mesmo.

Voltando ao clima, essa minha má adaptação ao clima me faz cada dia mais querer me mudar daqui. Talvez eu faça isso.

No calor começam a aparecer baratas. Caralho, como eu odeio baratas. Se você gosta de baratas, eu te odeio também.

Aceito doações de um condicionador de ar do tipo split de 12000btu's ou mais. Tratar aqui.

Lk t th strs, lk hw thy shn fr y...

terça-feira, 16 de setembro de 2014

no no no no

Achei essa música por acaso, depois descobri que era tema de uma novela aí (foda-se). O que importa é que me impressionou a voz dessa menina, a versão ao vivo (essa do vídeo abaixo) é melhor que a de estúdio.

Birdy - Strange Birds (link do vídeo)

Little ghost, you are listening
Unlike most you don't miss a thing
You see the truth
I walk the halls invisibly
I climb the walls, no one sees me
No one but you

You've always loved the strange birds
Now I want to fly into your world
I want to be heard
My wounded wings still beating
You've always loved the stranger inside me
Ugly pretty

Oh no, no, no, no
Oh no, no, no, no
Oh no, no, no, no

Oh little ghost, you see the pain
But together we can make something beautiful
So take my hand and perfectly
We fill the gaps, you and me make three
I was meant for you, and you for me

You've always loved the strange birds
Now I want to fly into your world
I want to be heard
My wounded wings still beating
You've always loved the stranger inside me
Ugly pretty

Oh no, no, no, no
Oh no, no, no, no
Oh no, no, no, no

You've always loved the strange birds
Now I want to fly into your world
I want to be heard
My wounded wings still beating
You've always loved the stranger inside me
Ugly pretty

 -------------------------------------------

Em tempo, na letra está faltando uma parte, mas como é controverso o que é dito nela eu achei por bem não colocar.

Just feel the music, bitches.

Trust like that is not freely given... - Any orsimer

sábado, 13 de setembro de 2014

Estranho, se você assalta e é preso, você é sentenciado a 5 anos, mas em cerca de 2 anos você está na rua. Se comete assassinato, é condenado a 12 anos, mas depois de mais ou menos 4 anos já pode conseguir a liberdade.

Então eu queria saber o porquê de sermos condenados pela vida toda apenas por termos falado algo que - supostamente - não deveríamos ter dito? Ou por não termos feito algo que - supostamente - deveríamos ter feito?

Apenas não me parece justo.

O pior é ser lembrado disso a todo tempo, seja pela consciência, por outra pessoa ou por um barulho.

Porra de vida complicada... Ou não.

terça-feira, 19 de agosto de 2014

or CU te

O fim do Orkut. Já faz mais de um mês que queria escrever sobre isso, mas sempre esquecia.

Eu já sabia que o Orkut seria fechado, mas quando recebi o email foi como saber que um amigo iria embora para longe e nunca mais voltaria... Guardadas as devidas proporções, claro.

Mas então, quando eu li o email eu comecei a lembrar de todas as histórias que passaram por ali, do tanto de coisa que aconteceu desde o final de 2005 (quando criei meu Orkut) até meados de 2010 (quando todo mundo tinha migrado para o Facebook). Parece que eu consigo ver as conversas pelo scrapbook, os álbuns abertos com 12 fotos, scripts para aumentar os fãs, comunidades sérias (ou não), os depoimentos, as brigas, meus fakes e todas aquelas coisas que fizeram do Orkut uma ótima rede social.

Depois disso começou a decadência, joguinhos, entrada sem convite, álbuns bloqueados, ocultação de perfil e, por fim, criação do Google+.

Bom, mas tudo na vida tem um fim, e logo teremos o fim do Orkut. Eu, por incrível que pareça, ainda entrava algumas vezes, principalmente nos dias de UFC para acompanhar junto com o pessoal de uma das comunidades.


Eu ainda pretendo entrar e postar alguma coisa lá, como despedida.

O Facebook nunca será nem sombra do que foi o Orkut, não pra mim.

Pior é que eu tinha mais coisa pra escrever, mas eu acabei esquecendo. Mentira, na verdade eu não sei como expressar, pois eu vejo tudo como se fossem imagens e seria difícil explicar.

É...

The sun goes down.... I feel the light betray me...

quinta-feira, 26 de junho de 2014

Às vezes eu noto que tenho um pouco de nojo do ser humano.

Não de todos, mas de alguns. Daí eu me sinto mal. Depois me sinto bem por ter tomado a decisão certa. Pena que foi a decisão certa na hora errada.

Ah, vida! Você sempre nos pregando peças.

terça-feira, 17 de junho de 2014

koopa

Na verdade só está tendo COPA porque os brasileiros pediram.

Lembro que em '98 eu ganhei um livreto (veio com uma lata de Nescau) que falava sobre todas as Copas, foi por lá que descobri que já tivemos uma Copa no Brasil, em 1950.

Então eu, um são-paulino apaixonado por futebol como todo moleque de 12 anos, ficava sempre torcendo para que tivesse outro evento no Brasil.

Acontece que o tempo passa e você acaba percebendo o quão banal são certas coisas, e foi assim com o futebol (profissional). Eu passei a não acompanhar mais nenhum jogo, só via os resultados na internet e cornetava meus amigos quando o time deles perdia e/ou o meu ganhava. O próximo passo foi não ligar nem pra isso mais. Atualmente eu não sei nem que campeonatos estão acontecendo, quais times jogam ou qualquer resultado. Só fico sabendo dos resultados dos jogos do São Paulo porque alguns colegas de trabalho ainda acham que eu me importo e chegam me contando. Mas eu não poderia me importar menos.

EU SOU CONTRA A COPA.

Sim, sou contra. Mas também sou contra o governo do PT, sou contra o feminismo e mais uma série de coisas, acontece que isso representa apenas minha opinião, não a da maioria.

A VERDADE É QUE A MAIORIA QUERIA A REALIZAÇÃO DA COPA AQUI NO BRASIL.

Como vivemos em uma suposta democracia, então a voz da maioria se fez presente.

1 milhão de pessoas saíram para protestar no meio do ano passado, enquanto isso outros 199 milhões ficaram em casa. Se bem que muitos saíram apenas pra aproveitar a muvuca para bagunçar, mas isto é outro assunto.

Houve superfaturamento nas obras da Copa? Provavelmente sim. Mas ninguém pensou nisso quando pediam por ela em meados dos anos 2000? E os desvios de dinheiro que acontecem em outras áreas durante O ANO TODO? São em menor quantidade, só que mais frequentes, parece que ninguém liga pra isso ou é impressão minha?

O maior protesto contra a corrupção é VOCÊ ser uma pessoa incorruptível. É fácil se dizer honesto quando são pessoas de fora do seu círculo que são corruptos, mas e se você descobrir que seu irmão, pai, tio, amigo de infância ou CHEFE é corrupto, você vai encobrir ou vai ser honesto?

Vai subornar o guardinha pra não levar multinha? Vai cruzar o farol vermelhor "porque ninguém tá vendo!"?

Se você gosta do "jeitinho brasileiro" então engula as consequências e vai chorar na cama que é lugar quente.

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

OMG REAL MONSTERS!

Eu só acho que tem algo muito errado com o mundo.

Ou com o mundo, ou com as pessoas.

Ou, quem sabe, comigo. Talvez eu não esteja acompanhando todas as mudanças.

Só acho estranho uma pessoa pregar o amor usando o ódio e a violência como arma; pregarem o respeito e desrespeitarem os outros; pregarem a tolerância e serem totalmente intolerantes com quem não pensa igual.

-------------------------

Outra coisa "engraçada", estamos com falta de água aqui na cidade e está sendo feito um racionamento. Sempre há pessoas que não respeitam, mas a grande maioria está economizando, o problema é que - assim que os reservatórios normalizarem o nível - o desperdício geral vai voltar. Essa consciência de economizar água deve ser constante.

Vamos ver o que a humanidade vai fazer quando não houver mais água potável.

-------------------------

Falhas de caráter não se consertam de um dia pro outro. Só isso mesmo.


-------------------------

Estou com saudades de um monte de coisas, mas eu não sei o que são. Engraçado, né? Não, não é.

Eu tenho uma ligação muito forte com certas coisas, como algumas músicas, algumas fotos/imagens, alguns lugares, alguns cheiros, alguns filmes... Mas acho que isso todo mundo tem. O "problema" é que tenho certa dificuldade para me livrar de algumas coisas, fico guardando como se algum dia eu fosse precisar daquilo. Eu tenho um caderno de desenhos de mais de 10 anos atrás, nunca consegui me desfazer dele. Também tenho um caderno que eu escrevia letras de músicas, também guardado e não consigo me desfazer dele também.

Bom, me conforta saber que não sou o único.

Maybe then we'd remember to slow down
At all of our favorite parts...

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

4102

* tocando lista aleatória no media player - Here Without You - 3 Doors Down *

Pois que 2013 terminou e começou outro ano (ah vá!).

Você pode postar em redes sociais ou sair falando por aí que não, mas sempre que um novo ano começa nossas esperanças de nos tornarmos melhores se renovam, foi assim sempre e continuará assim, mesmo que essas esperanças morram na metade do dia 01/01.

Fazendo uma rápida retrospectiva de 2013, sinceramente, o ano foi ruim - pra não dizer coisas piores. O ano já começou com uma grande tragédia no RS e depois disso não melhorou nada, até ataque de armas químicas na Síria tivemos que testemunhar (aliás, parece que esqueceram disso). Dois caras de uma das bandas mais marcantes da minha adolescência também partiram, assim como um ator que aparentava ser uma boa pessoa. Terminamos o ano com dois ídolos do esporte se machucando, sendo um que ainda está internado com risco grande de morte.

* Pra Onde Vai - Gabriel, o Pensador *

Além disso tivemos alguns colegas de trabalho que também partiram de maneiras trágicas.

Só espero que tudo que aconteceu de ruim esse ano sirva de aprendizado para todos nós, que acho que é a única coisa de boa que 2013 deixará pra muitos.

* Comfortably Numb - Pink Floyd *

Muita coisa mudou esse ano, eu simplesmente não consegui acompanhar tudo isso ainda.

Quero desejar aos meus amigos que esse ano de 2014 possa ser marcante de uma maneira positiva pra todos nós e que possamos nos manter próximos e não distantes como na maior parte de 2013.

Rafael, Gustavo, Danilo, Adilson e Marcos, estamos pra organizar um churrasco faz quanto tempo? Uns 10 anos? Vamos tentar fazer esse ano, caralho!

Leonardo, esse ano preciso ir pra capital pra conhecer esses tais "rolês" que você tanto fala.

Lucas, pare de beber rapaz, os coqueiros não merecem isso!

Aos demais amigos, que possamos ir sempre em frente na luta diária e que possamos construir nossa vida da melhor forma possível, sem nunca nos esquecermos de quem somos de verdade.

Um agradecimento, também, ao pessoal do trabalho que, afinal de contas, são as pessoas com quem passo mais tempo, um abraço (apenas virtual) ao pessoal da sala que está na luta conosco todos os dias e aos demais colegas de trabalho que tentam fazer com que o clima seja o mais agradável possível - aos outros, que atrapalham, invejam, ofendem, traem e mentem, desejo duas coisas: 1- que tomem consciência do mal que causam e 2- que, caso não tomem jeito, que vão sugar um canavial de orgãos sexuais masculinos.

Aos colegas e amigos que se tornaram papais esse ano, que seus filhos tenham um ano tranquilo e que possam levar alegria a todos vocês!

* Vento Ventania - Biquini Cavadão *

Espero, neste ano, estar mais próximo ainda da minha família e que possamos todos encarar os desafios que estão vindo da maneira mais consciente possível e sempre com coragem.

Minha mãe, meu pai, meus irmãos, minha vó, meus tios e primos são os bens mais preciosos que possuo, mesmo que eu não demonstre isso como deveria.

* Love Ain't No Stranger - Whitesnake *

Muitas pessoas passam por nossa vida, algumas para o bem e outras para o mal, mas todas acabam tendo uma função, seja ela trazer felicidade ou seja ela nos derrubar - que acaba nos tornando mais fortes.

Dessas pessoas que passam. a maioria se vai e alguns poucos ficam. Por "ficar" eu não quero dizer em ficar presencialmente, pois isso até os ruins fazem, e sim ficar marcadas de forma positiva na nossa história. Essas que ficam marcadas de forma positiva, não importando se estão perto ou longe, se estão aqui ou partiram, se sabem ou não, nós levaremos conosco pra toda a vida e sempre que nos lembrarmos delas, mesmo sem perceber, vamos ter um sorriso no rosto.

* Wish You Were Here - Pink Floyd *

Se você é capaz de ser lembrado por alguém com um sorriso no rosto, sinta-se feliz, pois é a maior prova de que você fez alguém feliz, nem que foi por apenas um momento.

Eu, novamente, tinha um monte de coisas pra escrever e assim que comecei já tinha esquecido a maior parte. Evitei de citar muitos nomes pois sou distraído e acabaria por esquecer pessoas importantes, mas as pessoas que fazem e fizeram parte da minha vida sabem quem são. Além do mais, se você precisa ter o nome em um texto de um blog sobre o Ano Novo para se sentir reconhecido, talvez VOCÊ não considere a pessoa realmente sua amiga.

Bom, espero que possamos enfrentar esse ano da melhor maneira possível, ele não será mais fácil que 2013 por si só, depende muito de cada um de nós.

Ah, vou tentar voltar a escrever no blog, estava desmotivado a fazer isso, mas talvez eu me motive agora.

Eu poderia fazer uma lista aqui de metas pra esse ano, mas não acho que eu deva tornar público algo tão pessoal.

Bom, resumindo, um ótimo ano a todos! Se você leu esse texto eu espero que ele tenha sido útil de alguma forma.

* Novo Mundo - Charlie Brown Jr. *
* Next Year - Foo Fighters *

De certa forma, todos estão certos. Mas nem tudo é justificável.

P.S.: Se você leu isso e sorriu, você faz parte disso.

São em tempos como estes que aprendemos a viver novamente,
São em tempos como estes...