quarta-feira, 15 de julho de 2015

OMRnR

"Veja o Sol
Dessa manhã tão cinza
A tempestade que chega é da cor dos seus olhos
Castanhos..."

(Tempo Perdido - Legião Urbana)

Eu nasci na época errada, musicalmente falando ;)

"Estamos vivos, sem motivos...
Que motivos temos pra estar
Atrás de palavras escondidas, nas entrelinha do horizonte dessa highway?
Silenciosa highway..."

(Infinita Highway - Engenheiros do Hawaii)


Pra onde quer que eu vá...

Cardiff - Stone Sour

Cardiff - Stone Sour


This fluid feels like pain
This stoic mood is all in vain
I reach into the dark
I tear this other me apart
How many years ago ?
How many deaths i can't let go
My flesh is temporary
My god, extraordinary

You.. can't.. kill.. my mind
A man delivered
Can never make his way in darkness
I know tonight will end but i won't give this life away again

Shifting through the same debris
Oh my father call to me
This smoke is in my blood
This song is just no good
Save me from my bitterness
Give me up i did my best
Sochk this system full of shit
Mock this fucker lost in it.

You.. can't.. kill... my mind
A man delivered
Can never make his way in darkness
I know tonight will end but i won't give this life away
i won't give this life away again!

A man surrendered
Can never find his own forgiveness
I know my life will end but i won't give tonight away
i won't give tonight away again!

Oh yeahh!

This fluid feels like pain.
This ruin feels like rain.
I´ll reach into the past.
My future is fading fast.
How many years ago?

How many i let go?
My flesh is all i have.
My face is happenstance.
This smoke is in my blood.

This life is not enough!!

...

Sempre depois de um acontecimento como esse do dia 7 de abril no Rio de Janeiro, a primeira coisa que vemos as autoridades dizerem é que vão investigar responsabilidades. Eu não entendo o porque das pessoas se empenharem tanto em achar um culpado ao invés de buscar uma solução, seja ela de prevenção ou de apoio.

É claro que tem-se que achar onde que foi o erro, de onde vieram as armas, a munição, como deixaram ele entrar na escola sem verificar identidade e sem confirmar nada com ninguém? Alguém foi omisso, alguém foi negligente, e isso não foi só hoje.

Ainda não se sabe ao certo os "motivos" do rapaz ter cometido essa chacina, mas o bullying certamente está relacionado, mesmo ele não sendo atual aluno da escola, talvez ele tenha sofrido tanta humilhação naquele lugar que ele criou um certo ódio de lá. Talvez ele tenha matado mais meninas por, na época que frequentou a escola, ser desprezado por elas.

Nada justifica um ato como esse, independente do que tenha ocorrido, essas crianças não tinham culpa de nada de ruim que tenha acontecido na vida dele, mas na mente de uma pessoa perturbada a realidade de distorce de tal forma que talvez ele tenha feito isso pra se vingar "da escola".

A crueldade desse ato não tem tamanho, as consequências são impossíveis de se mapear, além das vidas tiradas, muitas outras foram destruídas, de familiares e amigos, sem contar o trauma que todos vão levar para o resto de suas vidas.

Professores, diretores de escola, pais, familia, Estado, todos têm que acordar e abrir os olhos pro que está acontecendo, o bullying não é brincadeira, você ser humilhado um dia já pode deixar marcas pro resto da sua vida, imaginem ser humilhado TODOS OS DIAS durante ANOS? Talvez se não fosse a omissão de quem poderia ter ouvido essa rapaz na época, talvez isso não teria acontecido.... talvez.

Já cansei de ver isso quando estudava, um aluno era humilhado por outro e ia falar com o professor, e este dizia "eu não quero saber, vocês não são crianças" e quando este levava o caso pra Diretoria, ouvia a mesma coisa, quando não levava advertência junto com o agressor. Isso precisa mudar, já passou da hora, ou será que vai ser preciso mais um massacre desses?

Agora eu quero saber como vamos dizer as nossas crianças que o futuro é na escola, que quem não estuda vira bandido e acaba morto? Talvez se essas crianças fossem bandidos ainda teriam mais alguns anos de vida...

Dia 7 de abril de 2011 - o dia em que o Brasil inteiro chorou.

sábado, 11 de julho de 2015

dark hair, white skin

Durante anos eu fui questionado sobre a razão da minha preferência por mulheres com esse fenótipo (branca de cabelos escuros) e eu nunca soube responder (ou não me importava). Não que eu fique alardeando essas coisas por aí, mas quem me conhece um pouco sabe disso.

Algumas pessoas (inclusive uma bem próxima) acreditava que essa tendência surgiu lá pelo começo de 2006, por conta de certas situações e uma certa pessoa. Fui levado a pensar o mesmo por algum tempo, afinal, fazia sentido.

Entretanto, ao analisar melhor a questão, levando em consideração lembranças da infância e adolescência, cheguei a uma "conclusão inconclusiva". Vou explicar: Quando eu tinha uns 6 anos de idade e comecei a frequentar a pré-escola, eu tinha uma colega de classe que se encaixava nessas características. Eu me lembro de ficar olhando pra ela e de como eu achava ela bonita. Lembro até de algumas características do rosto e de como se vestia, mas não lembro do nome, apesar de achar que era Patrícia. Eu gostaria mesmo de saber como ela está hoje em dia, mas as chances de eu encontrar com ela ou sequer saber quem é são bem baixas (se você se encaixa nessas características, tem cerca de 28 anos e fez pré-escola no Bairro São João, não se acanhe e deixe uma mensagem! Hahahaha!).

Após isso, mesmo sem perceber, garotas assim sempre me chamavam mais a atenção, até mesmo uma do Ensino Médio que muita gente dizia ser feia. Nossa, ela foi a pessoa mais tímida que eu conheci, mal conseguia ouvir a voz dela na sala, ela só ria e ficava vermelha.

Aí a internet chegou na minha vida e com ela uma enxurrada de caras novas, vindas dos blogs e fotologs e posteriormente do Orkut. Bom, o que vem depois é só consequência do que ocorreu antes e quando eu falei que tinha chego em uma conclusão inclusiva eu quis dizer que cheguei conclusão de que esse meu gosto por "desbotadas" (como diz minha irmã) já vem de longe, mas ainda não sei se eu nasci com essa preferência ou se foi algo que surgiu influenciado pelo meu meio social (e por aquela menina da pré-escola).

Agora, quanto ao rosto de Trakinas eu realmente não sei e não me importo. Talvez outro dia...

Esse post era pra ficar maior, eu ia citar vários nomes, mas mudei de idéia.

"Cause in his life he's filled with all these good intentions. He's left a lot of things he'd rather not mention right now."

terça-feira, 7 de julho de 2015

krm kllr

"Acredite, você pagaria um alto preço para se livrar da dor. A dor e o amor são como duas faces de uma mesma moeda. O preço de amar é sofrer, assim como o preço de viver é morrer. É como se você assumisse um compromisso kármico com o universo no momento em que você olha nos olhos de uma pessoa pela primeira vez: Um dia você irá olhar os olhos dessa pessoa pela última vez. Quando você nasce, assume com o universo o compromisso de morrer.

A boa notícia é que o tempo é seu amigo. Não, o tempo não vai curar qualquer ferida - Mas ele irá tirar o incurável do centro das atenções."

Esse pequeno texto é de autoria de um anônimo, mas a parte em negrito me parece muito familiar, mas não consegui identificar de onde. Penso que talvez seja de algum filme, mas já procurei pelo trecho com diferentes termos, em inglês, português e nada.

De qualquer forma, é uma grande verdade.