domingo, 22 de setembro de 2013

nrok

O medo do fogo é inerente ao ser humano. É algo instintivo.

Mas existem coisas perigosas que, por serem "novas" (novas = menos de 100 mil anos) acabam não tendo esse mesmo efeito de medo instintivo. Por exemplo, a eletricidade.

Se você botar o dedo no buraco da tomada, você leva um choque. Um bebê não sabe disso, pois não faz parte da carga ancestral que diz que aquilo é perigoso. Daí ele bota o dedo, leva um puta choque (se der sorte de não morrer) e aprende que aquilo machuca.

Essa criança, provavelmente, nunca será um eletricista, pois passou por uma experiência traumática em relação a eletricidade. Ela pode até aprender a lidar com isso, mas nunca ficará à vontade.

Da mesma forma são as relações humanas, se você confia em alguém e essa pessoa te machuca, você INCONSCIENTEMENTE nunca mais vai confiar novamente. É uma forma de defesa - bem eficaz, diga-se de passagem -, afinal se uma pessoa teve a capacidade de te machucar intencionalmente uma vez, por qual motivo ela não o faria de novo?

O problema é que esses bloqueios se estendem a todos os tipos de relações e a outras pessoas. Ah, isso é mais comum nos homens, as mulheres são mais emotivas e nem sempre dão ouvidos a razão.

Moral da história: Não bote o dedo na tomada.



 I see your pretty face, smashed against the bathroom floor!

domingo, 15 de setembro de 2013

-->

Vou escrever aqui amanhã sobre um assunto muito importante.

Enquanto isso, vou deixar esse vídeo aqui.

Só pra constar que as traduções que tem por aí estão erradas em determinadas partes, caso interesse.

"But don't look back in anger!"

sábado, 7 de setembro de 2013

post random

Estou deitado e com vontade de escrever algo, estou no celular e ia enviar isso por SMS, mas meu bom senso me impediu, então resolvi postar aqui...

Eu ia enviar: "Me indica um filme?".

Então, podem indicar... bah, a quem eu quero enganar? Ninguém comenta aqui.

Just breath...

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

another

Não sei o que escrever, só queria atualizar o blog.


What happened to you?

It must not be true...


Um adendo, a memória olfativa é uma armadilha, true story.


Time, it takes time...