quinta-feira, 17 de setembro de 2015

POS-TU-RA

Boa noite, amiguinhos! Hoje vamos falar de um assunto muito besta sério: Maturidade.

Não adianta berrar, espernear, se jogar no chão ou fazer bico, MATURIDADE VEM COM O TEMPO. Por mais que uma pessoa na casa dos seus 18 anos tenha passado por muitas situações ruins, por mais que esteja intelectualmente adiantado em relação aos outros da mesma faixa etária ou que tenha convivido majoritariamente com pessoas mais velhas, ela ainda será um ser humano de 18 anos. Ainda vai ter a visão do mundo, o caráter e a personalidade em construção, ainda vai se iludir com bobagens e perder tempo com futilidades.

E sabe? Não tem problema. Não mesmo, isso tudo faz parte da vida, todos passamos por isso. Quando eu tinha 18 anos eu me achava o "senhor maturidade", mas hoje, quando penso sobre isso, vejo que eu não era diferente de qualquer outro "garoto juvenil" daquela idade. Provavelmente quando eu tiver meus 40 anos eu também vou me achar imaturo ao me lembrar de como eu era hoje em dia, mas com certeza mais maduro do que aos 18.

Lembro que alguns anos atrás eu conheci uma menina que tinha uns 12 ou 13 anos em um jogo online, ela era meio maluca, mas era gente boa e parecia ser mais madura do que o normal pra idade. Porém, com o tempo eu percebi que ela só era mais uma adolescente de 13 anos, nada muito diferente de qualquer outra. Isso aconteceu várias vezes, inclusive recentemente. Como eu disse antes, maturidade vem com o tempo.

Mas isso não quer dizer que todos ganham maturidade com o tempo, também já conheci pessoas mais velhas - inclusive mais que eu - que eram MUITO imaturas.

Então não adianta querer pagar de adultinho, se você tem 18~20 anos, você não conhece nada da vida. Nem eu. Acho que não há meios de se aprender tudo pra chegar ao ponto de dizer que "manja dos paranauê" da vida.

tl/dr: Você nunca será maduro o bastante.

--------------------------------
Qual a semelhança entre o Rafael e pão de forma? R: Casca grossa, miolo mole, chato, quadrado e fácil de comer.
--------------------------------


terça-feira, 8 de setembro de 2015

dm

"Tavo ovino" essa música ontem, nunca tinha prestado muita atenção nela. E ela me fez lembrar de um trecho de uma música do Biquini Cavadão:  Tudo que morre fica vivo na lembrança
Como é difícil viver carregando um cemitério na cabeça - Biquini Cavadão, Impossível.

Slipknot - Dead Memories

Sitting in the dark, I can't forget
Even now, I realize the time I'll never get
Another story of the Bitter Pills of Fate
I can't go back again
I can't go back again

But you asked me to love you and I did
Traded my emotions for a contract to commit
And when I got away, I only got so far
The other me is dead
I hear his voice inside my head

We were never alive, and we won't be born again
I'll never survive with dead memories in my heart
Dead memories in my heart
Dead memories in my arms

You told me to love you and I did
Tied my soul into a knot and got me to submit
So when I got away, I only kept my scars
The other me is gone
Now I don't know where I belong

We were never alive, and we won't be born again
I'll never survive with dead memories in my heart
Dead memories in my heart
Dead memories in my heart
Dead memories in my heart

Dead Visions in your name
Dead Fingers in my veins

Dead Memories in my heart
Dead memories in my heart
Dead memories in my heart

----------------------
Chamei o Rafael pra ir numa festa e ele disse que não podia ir porque a "calça de farra" dele estava lavando. Perguntei o que era essa tal calça e ele me respondeu: Bah, tchê, é uma calça com um zíper atrás!
----------------------

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

erusolc

 Mais uma música postada pelo motivo de "porque eu quis", cada dia mais eu me identifico com o famigerado Capitão Bruno. Deve ser mal do nome.


Chevelle - Closure


Breathe, trust, bless me and release,
Climb, hard or never be seen.
Closed off, rescue to breathe.
Just bless me.

Two sided time,
Your rebirth can't hurt,
Branch out behind, the pain.

Closure has come to me myself,
You will never belong to me.
Closure has come to me myself,
You will never belong to me.

Had to to turn, lay down,
Your sting of disease.
Phase you out, should've seen this coming.
Go on confusing the soul,
Hold my breath 'til you rupture.

Three days aside,
Your rebirth can't hurt,
Branch out behind, pride.

Closure has come to me myself,
You will never belong to me.
Closure has come to me myself,
You will never belong to me.

Like a leach,
I hold on as if we belonged,
To some precious pure dream.
Cast off, you've seen what's beneath,
Now fail me.

Forget closure,
Forget closure,
Forget closure,
Forget closure.

Closure has come to me myself,
You will never belong to me.
Closure has come to me myself,
You will never belong to me.

--------------------------
Sabe o porquê de um dos apelidos do Rafael ser "O Escorpião"? Porque ele se defende com o rabo.
--------------------------

terça-feira, 1 de setembro de 2015

SHE SANG

Se algum arrombado namorador de indiões estiver se perguntando "ai por que causa, motivo, razão ou circunstância o FODÃO postou essa música?", o motivo é: Porque eu quis e porque sim e porque é a melhor música de hoje e de ontem e da semana passada e todo dia eu canto um pedaço dela.

 Sim, isso é pra você, seu caçador de tamanduá.

Foo Fighters - Everlong 


Hello, I've waited here for you... Everlong.
Tonight, I throw myself into,
And out of the red, out of her head she sang.

Come down and waste away with me, down with me...
Slow how, you wanted it to be,
I'm over my head, out of her head she sang.

And I wonder when I sing along with you,
If everything could ever feel this real forever.
If anything could ever be this good again,
The only thing I'll ever ask of you.
You gotta promise not to stop when I say when.
She sang:

Breathe out, so I can breathe you in,
Hold you in, and now, I know you've always been there
Out of your head, out of my head I sang.

And I wonder when I sing along with you,
If everything could ever feel this real forever,
If anything could ever be this good again.
The only thing I'll ever ask of you,
You gotta promise not to stop when I say when.
She sang:

And I wonder...
If everything could ever feel this real forever,
If anything could ever be this good again.
The only thing I'll ever ask of you,
You gotta promise not to stop when I say when.

---------------------------------------
Como o Rafael caça onça no Amazonas? Ele fica de quatro, pelado, esperando a "pintada".
---------------------------------------