segunda-feira, 10 de julho de 2017

birl

Eu já tive nojo das pessoas em geral por um período da minha vida, hoje em dia eu tenho é preguiça.

Preguiça de lidar com elas, aguentar mimimi, "ai como eu sofro" e coisas do tipo. Não acho que alguém valha a pena a encheção de saco e não ligo dos outros pensarem o mesmo de mim.

As coisas são simples, como A e B. O caminho mais curto entre A e B é uma linha reta, não tem outra opção. A + B = AB (vamos ignorar algumas frescuras matemáticas aqui, né?). É simples, é prático, é objetivo, é natural.

Mas ai as pessoas começam a colocar trocentas coisas pra impedir a ordem natural da porra toda e isso fode tudo. Vamos ter um pouco de bom senso, amiguinhos? Que tal?

Um brother me falou que sou assim por ser "esclarecido", mas não sei até que ponto eu posso me considerar assim. Porém, de fato, fica cada vez mais fácil identificar coisas como má vontade, intenções escusas ou caráter duvidoso. Entretanto, não é um "mecanismo" com 100% de precisão, o que acaba por criar injustiças.

Bom, que o destino (que não existe) tome conta delas.

E para você, floquinho de neve especial, este texto não é sobre uma pessoa específica.

Nenhum comentário: